Louis Armstrong e Pixinguinha: um encontro possível?




 A Polêmica sobre um possível encontro entre Louis Armstrong e Pixinguinha dominou  a 2ª mesa de debates no seminário "O Baú do MIS: acervo e pesquisa pioneira na cultura do Rio de Janeiro", realizado nesta quarta-feira (15/05), na sede do Museu da Imagem e do Som, na Praça XV, no Centro do Rio. 

A divergência ocoreu quando Carlos Moletta, produtor do filme "Um homem Carinhoso" manifestou a intenção de incluir na obra, o encontro entre Pixinguinha e Louis Aminstrong que teria ocorrido em Paris, em 1922. O moderador da mesa, o escritor Ruy Castro discordou e solicitou a exclusão da cena. A obra sobre Pixinguinha está em fase de produção, no entanto, um teaser do longa será exibido na próxima edição do Festival de Cannes.

Rodrigo Faour, Carlos Moletta, Ruy Castro e Pedro Paulo Malta


Segundo o próprio Carlos Moleta, a maioria dos especialistas nega a existência deste encontro, mas o próprio Pixinguinha, em depoimento prestado ao MIS, afirma ter assistido na época a shows do jovem Aminstrong em Paris, entretanto, não houve um encontro entre os dois. Diante disso, Ruy Castro, solicitou a retirada da cena, para não reforçar o chamado "Complexo de Vira-Latas" tão comum entre os brasileiros.

Pelo visto, o encontro entre os dois talentos da música pode não ter  acontecido, mas nada impede aos produtores da sétima arte de proporcionar esta alegria aos apreciadores da  boa música.

Comentários

Anônimo disse…
mas o q mais tem sao fotos dos dois juntos!!!
Washington Rosa disse…
Existem várias fotos dos dois juntos! Existe inclusive um encontro deles a pedido de JK no palacio das laranjeiras (RJ), quando a capital ainda era no Rio.